Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este event já passou.

Victor Julien-Laferrière Turnê Brasileira 2018

2 maio | 20:00 até 21:30

Victor Julien-Laferrière Turnê Brasileira 2018
Recital com o violoncelista francês Victor Julien Laferrière

Quarta-Feira, 02 de Maio / Livre
Duração: 1h e 30min

Horários:

02/05 –  20:00

Sobre:

O jovem francês Victor Julien-Laferrière conquistou o primeiro prêmio do célebre Concurso Rainha Elisabeth da Bélgica em 2017, na primeira vez em que a competição foi dedicada ao violoncelo.
O músico apresenta-se no Brasil a partir de 26 de Abril, em turnê por cinco cidades brasileiras: Belo Horizonte, Florianópolis, São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba.

O violoncelista francês Victor Julien-Laferrière, 27 anos, é uma estrela em ascensão na cena internacional. Especialmente agora, depois de ter sido o grande vencedor do Concurso Rainha Elisabeth da Bélgica, edição 2017, superando 67 outros competidores do mundo inteiro, representando 22 diferentes nacionalidades.

Ciclos de quatro anos – O Concurso Rainha Elisabeth da Bélgica é uma das mais importantes competições musicais do mundo. Sua história tem raízes em uma ideia cultivada por longos anos pelo violinista, compositor e regente Eugène Ysaÿe.

A competição só veio a se concretizar em 1937, anos após a morte do músico belga, com a criação do Concours Eugène Ysaÿe, graças ao suporte da Rainha Elisabeth e da corte belga, através da fundação Chapelle Musicale Reine Elisabeth.

O concurso não se realizou durante alguns anos, por força da Segunda Guerra Mundial, e veio a ser relançado com força máxima em 1950, com o nome Concurso Rainha Elisabeth da Bélgica.
Desde então vem sendo realizado anualmente. Em ciclos de quatro anos alternam-se as competições de violino, piano, voz e, desde 2017, violoncelo. No período de 1953 a 2012 a composição foi também uma das categorias da competição.

Solista e camerista – Entre 8 Maio e 3 de Junho de 2017, Victor Julien-Laferrière foi passando sucessivamente pelas várias etapas eliminatórias do Concurso Rainha Elisabeth da Bélgica, até chegar às finais da competição – naquela que foi a primeira edição dedicada ao violoncelo.

Todos os doze finalistas se apresentaram na Salle Henry Le Boeuf do Palais des Beaux-Arts, em Bruxelas, com a Filarmônica de Bruxelas sob regência de Stéphane Denève. Atuaram como solistas de “Sublimation”, de Toshio Hosokawa, peça obrigatória, e de um concerto para violoncelo e orquestra, à escolha do competidor. A apresentação de Julien-Laferrière – com o “Concerto Nº 1 Op. 107”, de Dmitry Shostakovich –, aconteceu em 3 de Junho, data em que ele foi proclamado o grande vencedor do concurso. Ele foi aclamado por um júri integrado por grandes estrelas internacionais do violoncelo, entre elas Gautier Capuçon, David Geringas, Natalia Gutman, Mischa Maisky, Pieter Wispelwey e o brasileiro Antonio Meneses.

Victor Julien-Laferrière nasceu em Paris em 1990. Em 2008 completou seus estudos no Conservatoire National Supérieur de Musique de Paris, sob orientação de Roland Pidoux. De 2009 a 2016 realizou estudos de aperfeiçoamento com Heinrich Schiff, na Universidade de Viena, e com Clemens Hagen, no Mozarteum de Salzburgo. Em paralelo, de 2005 a 2011 participou da Academia Internacional de Música da Suíça, de Seiji Ozawa. Nos últimos dez anos o violoncelista vem desenvolvendo carreira como solista e como camerista. Tocou com orquestras como a Filarmônica da Rádio da França, a Orquestra de Câmara de Paris, a Filarmônica de Bruxelas, a Orquestra de Câmara de Valônia e a Orquestra Nacional da França.

Na música de câmara Julien-Laferrière é também bastante requisitado, já subiu ao palco ao lado de músicos como Renaud Capuçon, Augustin Dumay, Adam Laloum, Jonas Vitaud, Raphaël Sévère, Lise Berthaud e Quatuor Strada, entre outros.

Em 2009 Victor Julien-Laferrière fundou o Trio Les Esprits, junto com o pianista Adam Laloum e a violinista Mi-Sa Yang – os três são alunos do curso de música de câmara do Conservatório de Paris, na classe de Vladimir Mendelssohn. O trio tem se apresentado com frequência em Paris e em vários festivais europeus, entre eles Sommets Musicaux de Gstaad, Folles Journées de Nantes, Autunno Musicale di Caserta, Festival Mecklenburg-Vorpommern, Festival de Radio France et Montpellier e Festival de Pâques d’Aix-en-Provence.

O Trio Les Esprits tem já dois CDs. O primeiro lançado em Janeiro de 2014, dedicado ao Trio Nº 6 de Beethoven e ao Trio Nº 3 de Schumann. O segundo, lançado em 2017, dedicado ao Trio Nº 1 de Brahms e ao Trio “Dumky”, de Dvorák.

Victor Julien-Laferrière tem ainda um disco em duo com Adam Laloum, lançado em 2016, com as Sonatas para violoncelo e piano de Brahms, Franck e Debussy. Participou também de outros discos, com destaque para CD lançado em 2014, no qual interpreta o Trio para clarinete, violoncelo e piano junto com Raphaël Sévère e Adam Laloum.

Esses discos têm sido unanimemente aplaudidos pela crítica francesa, receberam o Diapason d’Or da revista Diapason, o Choc da revista Clássica, os “quatro efes” (ffff) da revista Télérama e oLe Choix, da revista France Musique. Araceli Chacon – Nascida em São José do Rio Preto, SP, Araceli Chacon começou seus estudos de piano no Conservatório Musical Carlos Gomes, em sua cidade natal. Mais tarde passou a receber orientação pianístico-musical de Lydia Alimonda.

Em 1989 recebeu bolsa integral para a Juilliard School of Music, de Nova York. Permaneceu na instituição por dez anos, período em que concluiu os cursos de graduação e mestrado e exerceu intensa atividade performática musical. Recebeu, entre outros prêmios, o de “Revelação”, pela APCA; o de “Melhor Intérprete de Claudio Santoro”, no II Concurso Sul América; e o de “Melhor Intérprete de Maurice Ravel”, no II Concurso Antonieta Rudge. De 1992 a 2008 atuou como professora concursada na Universidade Federal de Uberlândia. Em mais de quarenta anos de carreira já realizou inúmeros concertos como solista de orquestra, recitais solo e recitais de câmara, em todas as principais cidades brasileiras e também nos Estados Unidos, Canadá, Alemanha e África do Sul. Tem vários discos, o mais recente deles com recital realizado no Paul Recital Hall, situado no complexo Lincoln Center Plaza de Nova York.

—————–

Victor Julien-Laferrière, violoncelo.
Araceli Chacon, piano.

– R. Schumann – 5 peças em estilo folclórico, Op. 102

– A. Dvorák

  • Rondó em sol menor para violoncelo e piano, Op. 94
  • Waldesruhe (Bosque silencioso) para piano a quatro mãos, versão para violoncelo e piano, Op. 68 Nº 5
  • Dança eslava Op. 46 N° 8

– E. Grieg – Sonata em lá menor para violoncelo, Op. 36

—————–

Pontos de venda: Teatro Pedro Ivo

Entrada Franca (Ingressos gratuitos serão distribuídos 1 hora antes do espetáculo)

—————–

Contato com a Bilheteria (14hrs até 20hrs)Clique aqui
Para saber dos Descontos LegaisClique aqui

Curta nossa página para mais espetáculos, shows e eventos!
https://www.facebook.com/TeatroPedroIvo/

Teatro Gov. Pedro Ivo, Florianópolis/SC

Victor Julien-Laferrière Turnê Brasileira 2018

Detalhes

Data:
2 maio
Hora:
20:00 até 21:30
Evento Categoria:

Local

Teatro Governador Pedro Ivo
Rodovia SC-401, 4600 - Saco Grande
Florianópolis, Santa Catarina 88032-005 Brasil
+ Google Map
Telefone:
36651630